Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Ragazza

11
Mar18

Runaway # Moda Lisboa N.50 - 10/03/2018

ModaLisboa_N50_01.jpg

 

Caso tenham andado distraídos ainda vão a tempo de acompanhar pois ontem foi o segundo dia de desfiles no Lisboa Fashion Week que decorre no Pavilhão Carlos Lopes.

Neste dia, 10 de março, os desfiles contaram com a presença de Awaytomars Lab, Imauve e Gonçalo Peixoto Lab, Patrick de Pádua Lab, Valentim Quaresma, Tiago Loureiro, Ricardo Preto, Luís Carvalho e Nuno Gama. 

 

Ficam alguns exemplos do que passou pela passerelle da Moda Lisboa:

 

Awaytomars Lab - A coleção ‘Drawn by Night’, com uma paleta de cores vibrante de amarelos, vermelhos, azul, verde, rosa e padrões que agregam a maior fluorescência destas tonalidades, optou por silhuetas longas e direitas em texturas como a lão, o algodão e a seda.

 

 

Imauve - A Imauve apresenta uma coleção de inverno inspirada no verão. Os 27 graus de temperatura média da cidade de Cartagena de Índias, na Colômbia, marcam o ritmo caribenho de “Suerte”, uma coleção pautada pela cor. A vivacidade das fachadas e balaustradas desta cidade é transposta para as peças e desafia o guarda-roupa de inverno europeu, tradicionalmente neutro.

 

     

 

Gonçalo Peixoto Lab - As Auroras Boreais e as suas matizes inesperadas marcam o tom da coleção FW 18/19 de Gonçalo Peixoto, que tem uma forte inspiração sporty-chic contemporânea. A coleção é marcada pelo jogo de volumes, formas, assimetrias, e matizes cromáticas surpreendentes, bem como pelos contrastes de mate e brilho, de formas loose volumétricas e retas.

 

 

Patrick de Pádua Lab - Uma coleção mais pessoal, introspetiva que busca referências a um imaginário coletivo dos anos 70, com ênfase nas cores vibrantes, padrões e uma silhueta mais oversized. Tendo sempre em mente um look mais descontraído, a coleção desdobra-se ainda para peças mais clássicas como os blazers ou os sobretudos.

 

 

Valentim Quaresma - Inspirada num poema de Gilda Nunes Barata, a coleção “Raizes” remete ao inconsciente, à lembrança sem saudade, à passagem do tempo sem deixar espaço para a nostalgia, a persistência do sonho e a noção do futuro. 

 

 

Ricardo Preto - Pertencendo a si mesma, a mulher contemporânea orgulha-se do que é e do caminho que percorreu. Ricardo Preto pensou em todas as mulheres como suas musas, trazendo uma coleção destinada a Mulheres capazes de emprestar a sua luz às suas roupas e brilhar ainda mais ao longo da vida.

 

 

Luís Carvalho - A inspiração para o próximo inverno surge dos edifícios das grandes cidades, onde encontramos camufladas as texturas e formas das peles dos animais, sugerindo-nos formas mais retas e oversized. As luzes da cidade remetem-nos a detalhes e a acabamentos. A década de 60 surge como referência para a silhueta, alguns materiais e grafismos.

 

 

Nuno Gama - O Desejado, o Encoberto, o “Papão” e a Procissão ou a negligência humana como socialmente nos organizamos, enquanto erguemos as mãos ao céu, personificando assim tanto o medo como as desculpas das nossas faltas de coragem. A partir da força individual e em harmonia, urge restruturar a malha humana de forma a garantir a subsistência desta herança magnífica. Estamos na 50ª edição da ModaLisboa e comemoramos 25 anos de Marca Nuno Gama.

 

 

Follow me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D